domingo, 31 de outubro de 2010

Diferenças entre o livro e a série: “The Vampire Diaries”.





Como muito de vocês já ouviram falar a série “The Vampire diaries” é bastante diferente do livro escrito pela autora America Lisa Jane Smith, aqui vão algumas diferenças entre o livro e a série:
1. A primeira diferença significativa foi a cor do cabelo, e dos olhos da personagem principal, no livro Elena tem cabelos loiros e seus olhos são azuis como lápis lazuli, já na serie Elena é morena e seus olhos castanhos.
2. A melhor amiga de Elena nos livros, Meredith Sulez, é uma grande personagem na história, mas ela não está na série. Também temos Bonnie McCullough, que está nos livros, é uma magrinha e ruiva. Na série, seu nome é Bonnie Bennett e ela é uma africana americana. Em ambos, Bonnie tem poderes mágicos, mas nos livros ela é descendente de Druidas, na série é descendente das bruxas de Salem.
3. Em ambos Elena mora com a tia, mas a diferença é no nome, enquanto na série a Tia se chama Jenna, nos livros a Tia de Elena se chama Judith . Outra mudança foi que Elena tinha uma irmã de 3 anos chamada Margareth enquanto na série ela tem um irmão adolescente chamado Jeremy.
4. Matt, ex-namorado de Elena, teve uma mudança também. Seu sobrenome mudou de Honeycutt (dos livros) para Donovan (na série). No livro, Vickie não é sua irmã. Mas o sobrenome de Matt não foi o único que mudou. O sobrenome de Tyler também muda, e passa a ser Lockwood, enquanto nos livros é Smallwood.
5. Na serie Stefan não bebe sangue humano apenas de animais , já nos livros Stefan bebe o sangue de Elena muitas vezes.
6. Na serie Stefan conta a Elena que ela é adotada, e é descendente de Katherine , por isso a semelhança, já nos livros não é explicado o porque dá semelhança entre Katherine e Elena.
7. No livro e na série a cidade é uma pequena cidade na Virginia descoberta depois da Guerra Civil. Mas, na série, chamamos a cidade de Mystic Falls, enquanto no livro é chamada de Fell’s Church. A série traça um aspecto com a Fell’s Church, mas é apenas uma estrutura no cemitério.
8. No livro Caroline não é muito legal, aprontou muita coisa para Elena e Stefan, já na serie Caroline é amiga de Elena e de Bonnie.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Os delírios de consumo de Becky Bloom



OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM é um pouco da história de todas as pessoas para as quais comprar é quase uma terapia, a resposta para todos os problemas, mesmo criando outros piores ainda. Entre eles, inventar a próxima desculpa para o gerente do banco: - "Meu pé quebrou! Você não recebeu meu cheque? são alguns dos argumentos usados por Becky para enrolar seu gerente Derek Smeath.
Mas a personagem de Sophie Kinsella não é apenas uma "material girl" que só pensa em dinheiro e futilidades. Rebecca é sensível, carinhosa e extremamente otimista. Com essas qualidades, ela vai fazer de tudo para resolver seu problema. Primeiro, tenta reduzir seus gastos a zero, o que logicamente, não funciona. Diante disso, ela resolve que precisa ganhar mais dinheiro, mesmo sabendo que seu emprego está ameaçado. Nos delírios de consumo de Becky, todos os seus problemas se resolveriam de imediato ao ganhar na loteria, ou se um completo estranho pagasse sua conta do Visa - por engano, claro.
Como se não bastasse, em meio a tanta confusão, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar pelo sedutor - e expert em finanças - Luke Brandon. OS DELÍRIOS DE CONSUMO DE BECKY BLOOM é um divertido romance, que retrata com perfeição grande parte das mulheres que conhecemos.

Os delírios de consumo de Becky Bloom é um dos meus livros preferidos li os 5 livros da serie em 1 semana,não conseguia largar o livro até a ultima pagina ,toda hora eu ficava de boca aberta e falava –Becky não faz isso .Ri muito com as coisas que a Becky fazia e pensava! ,ela é uma das personagens que mais me fez ri .A leitura é fácil e divertida ,o livro apesar de ter 432 paginas não é nenhum pouco cansativo ,Eu notei que o livro é um pouco diferente do filme em varios aspectos mais mesmo assim tanto o livro quanto o filme são realmente muito bons ,recomendo muito que leiam e assistam os delírios de consumo de Becky Bloom .
Aviso: se você não gosta de compras ,não leia esse livro.
Ah! E feliz dia do livro !!!!

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

"Querido John" de Nicholas Sparks



A adolescência não costuma ser uma fase muito fácil tanto para os pais quanto para os próprios filhos. John  Tyree se sente frustado e se revolta com pai que não possui uma vida social, vive apenas aquela mesma vidinha tão rotineira - acorda todos os dias no mesmo horário, toma o mesmo cafá da manhã, quase não fala e quando alguém lhe faz uma pergunta sempre responde da mesma forma monossilábica, tem uma enorme dificuldade em demonstrar afeto e jamais expressa seus sentimentos. Parece que o pai apenas consegue conversar sobre um único assunto: as moedas que coleciona. Não suportando a relação com o pai, desconhecendo sua mãe, John torna-se um jovem rebelde: começa a beber e a fumar, larga os esportes, arruma brigas e as notas no colégio pioram cada vez mais. Perto de se formar, ele decidi não se inscrever na faculdade. Arranja um emprego qualquer e passa suas noites em um bar, várias mulheres apenas passam por sua vida. Até que ao completar 20 anos, decidi entrar para o exército. A partir daí, seu comportamento começa a mudar e a raiva que sente pelo pai se arrefece, mas a incompreensão pelo comportamente dele continua.
Quando volta para casa em sua primeira licença pelo exército, depois de um ano, John já é outra pessoa. E, então, conhece Savannah. Uma garota doce e de bom coração que não apenas está prestes a se tornar o grande e verdadeiro amor da vida de John, como  o ajudará a compreender o comportamento do pai, tornando-os mais próximos.

Se eu gostei do livro? Sim, como poderia não gostar?! Como poderia não me emocionar ao ler uma obra de Nicholas Sparks?!
Ao finalizar, fiquei com a história na minha cabeça por vários dias, tentando entender os sentimentos que o livro me despertou.
Eu, sinceramente, ainda não sei ao certo se gostei daquele final... Não sei se concordo com as decisões de Savannah e suas justificativas. E questiono seus sentimentos com relação a John, que ao contrário, possui um amor inabalável. 
Sei que estas observações são confusas para quem não leu o livro, mas não posso dar explicações sem spoilers, então... Só digo que esses personagens são reais: como pessoas de verdade, que tomam decisões erradas, que um trilham seus próprios caminhos através de suas escolhas e que sofrem suas consequências, pois assim é a vida...
Portanto, eu indico este livro, sim, e como um bom livro de Nicholas Sparks, preparem os lencinhos! Pois seja pela a relação de John e Savannah, ou a relação entre pai e filho, você irá se emocionar.
E finalizo dizendo que fico impressionada com a capacidade de Nicholas Sparks de criar finais tristes em todas as suas obras - pelo menos, todas as que eu conheço!

domingo, 24 de outubro de 2010

Essa semana...

Como domingo passado não fiz o post "Essa semana", então hoje falarei também sobre as leituras da semana passada, ok?!


♥ Leitura do momento:
" A décima terceira história" de Diane Setterfield
"Jane Austen - A vampira"

♥ Li essa semana (e semana passada!):
"Querido John" de Nicholas Sparks
"A herdeira" de Henry James
"A rainha da fofoca" de Meg Cabot

♥ Resenhei essa semana:
Bem, não fiz resenhas por enquanto.. Mas a Ana resenhou:
"Sorte ou Azar" de Meg Cabot
"A hospedeira" de Stephenie Meyer

 ♥ Super Posts:
Na minha estante
Desafio Literário 2011 - Prévia da lista de leitura
Música e Leitura: "A hospedeira"
Lançamento do livro: "North and South"
Cine & TV: "Brilho de uma paixão"

♥ Última Compra:
Não comprei nada. =0(

 ♥ Desejo Comprar Urgentemente:
"Strange Angels" de Lili St. Crow

♥ Conversa imaginária com personagem fictício:
Para "A rainha da fofoca": "Ai, Lizzie, segura essa línguaaaaaa!!!"

♥ Eu falaria para o autor:
"Ai, Meg, você me diverte tantooooo! Eu até choro de tanto rir!"

♥ Literary Crush (paixão literária do momento):
Luke de "A rainha da fofoca"... Quero você para mim! Com sua beleza e cavalheirismo, eu estaria rindo à toa, até mesmo de suas piadas sem graça.

♥ Por aí... (saiba as últimas fofocas):
Na rede:
Warner Bros. dá seu ok à realização de dois filmes "Hobbit"

Nos blog:
A menina do fim da rua: Referências bibliográficas

♥ Hey Mr. Postman (última coisinha que chegou do correio):
Não chegou nada esta semana! =0(

♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Como o episódio desta semana de "The vampire diaries" foi TUDO DE BOM, e eu estou ansiosíssima pelo próximo, vou colocar aqui a pequena prévia do episódio 07 da segunda temporada!


sábado, 23 de outubro de 2010

Cine & TV: "Brilho de uma paixão"

O filme "Brilho de uma paixão" ("Bright Star") conta a história de amor entre o poeta John Keats e Fanny Brawne:

"Em 1818, o irmão do jovem poeta John Keats adoece e a vizinha Fanny Browne oferece seus cuidados. Encantado, John se aproxima da moça com o pretexto de ensiná-la poesia. Os dois pertecem a mundos totalmente distintos, mas isso não impede que se apaixonem. E no momento em que a mãe de Fanny e o melhor amiigo de John descobrem o caso, já é tarde demais para tentarem desaconselhá-los. O casal mergulha num romance obsessivo, no qual a paixão é tão forte quanto as turbulências."
(sinopse da capa do filme)




Terminei de assistir a este filme com muitas lágrimas nos olhos e muita, muita vontade de ler as poesias de John Keats. Um amor tão intenso e tão cheios de obstáculos só poderia inspirar maravilhosos poemas.
Com uma fotografia linda, trilha sonora minimalista porém expressiva, e um drama tão fácil de ser vivido pelo telespectador, eu me arrisco a dizer que meu primeiro contato com a cineasta Jane Campion (de "O pianista") foi uma experiência belíssima. Os personagens transmitem a paixão e dor de tal forma que foi difícil para mim me desprender da história. Porém estes sentimentos intensos dos protagonistas vão crescendo com o tempo e as dificuldades.
Mesmo com todos estes elogios, não posso deixar de dizer que fiquei com certas dúvidas sobre pequenos detalhes da história. Por isso, pretendo em breve - e assim que possível - assisti-lo de novo, talvez eu estivesse tão envolvida na paixão obsessiva e melodramática dos protagonistas que tenha deixado estes detalhes esvaecidos ou talvez o roteiro realmente possua pequenas falhas.
Provavelmente, para quem não está acostumado com um filme de ritmo mais lento, ache este um tanto monótono - especialmente ao inicío -, entretanto para quem gosta de romances de época e muita poesia, não pode deixar de assistir.
Há diversas críticas nada positivas sobre o filme, inclusive sobre o fato de esta cinebiografia não ser tão fiel a verdadeira história de John Keats - que confesso desconhecer -, omitindo alguns detalhes.
Mas acho vale a pena assistir a este filme, mesmo que só para conhecer as belas poesias de John Keats.

Para finalizar deixarei um trecho de uma de suas poesias, chamada "A bela dama sem piedade":



sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Resenha: "Sorte ou Azar" de Meg Cabot


A falta de sorte parece perseguir Jinx onde quer que ela vá — e por isso ela está tão animada com a mudança para a casa dos tios, em Nova York. Talvez, do outro lado do país, Jinx consiga finalmente se livrar da má sorte. Ou, pelo menos, escape da confusão que provocou em sua pequena cidade natal. Mas logo ela percebe que não é apenas da má sorte que está fugindo. É de algo muito mais sinistro... Será que sua falta de sorte é, na verdade, um dom, e a profecia sob a qual ela viveu desde o dia que nasceu é a única coisa que poderá salvá-la.

do ,ri bastante com a ma sorte de Jinx , achei tambem o final um pouco previsível, Achei também que a Jinx foi um pouco "tonta" em relação a Zach.
Outra coisa que eu não gostei muito foi a falta de romance,acho que a Meg podia ter aprofundado mais nesse assunto, mas mesmo assim eu amei o livro recomendo muito!!!
Tory é um tanto malvada e chata ,fiquei feliz pelo final que ela teve,na minh
a opinião esse não é o melhor livro da Meg Cabot na verdade nem chega perto mais é um ótimo livro para se entreter ,a leitura é super fácil e diverti


Fiquei bastante impressionada com esse livro, geralmente os livros da Meg Cabot são cheios de romance mais nesse livro, o assunto é sobre magia.

domingo, 17 de outubro de 2010

Lançamento do livro: "North and South"

Sabe, eu não sou apenas daquele tipo de leitora que se contenta com o que tem. Eu quero sempre, sempre mais, mesmo sabendo que não dou conta de tudo. Isso significa que mesmo com tantos lançamentos que não dou conta de comprar e muitos menos de ler, eu ainda quero mais. Há pouco mais de um ano que venho mandando e-mails para várias editoras pedindo pelo lançamento de alguns clássicos tão difícieis de encontrar por aqui, e finalmente, pelo menos uma delas resolveu atender um dos meus pedidos. É claro, eu sei que não foi decidido lançar o livro por que eu pedi, e sim, por que várias outras pessoas têm feito o mesmo. Entretanto, eu fiquei tão, mas tão, feliz com a notícia que até lágrimas brotaram em meus olhos. Juro!
Eu nunca li "North and South" de Elizabeth Gaskell - um clássico da literatura inglesa -, e sim, já vi diversas vezes a série baseada na obra lançada pela BBC, e desde então venho esperando pelo momento que finalmente me perderia nas páginas desta obra. A ansiedade é grande e espero não me decepcionar.
Enfim, a editora Landmark (podem reclamar o quanto quiserem, mas a verdade é que eu gosto desta editora e poderia enumerar vários motivos para isto!) ouviu os pedidos das fãs da série da BBC e decidiu publicar o livro que provavelmente será lançado em Fevereiro de 2011 com título "Entre o Norte e o Sul".

Confira abaixo o release do livro tirado do site da Editora Landmark:

"ENTRE O NORTE E O SUL – NORTH AND SOUTH é um romance de Elizabeth Gaskell, publicado em forma de livro pela primeira vez em 1855, sendo que já havia sido publicado inicialmente na revista literária “Household Words”, de propriedade de Charles Dickens, entre setembro de 1854 e janeiro de 1855 em 22 partes semanais. Conhecido inicialmente por “Margaret Hale”, teve alterado por pressão de seus editores para “North and South”, demonstrando melhor o tema geral do livro: o contraste existente entre o modo de vida da Inglaterra industrializada do norte e da Inglaterra rural e inocente do sul, em uma época fortemente marcada pela revolução industrial do século 19.
Quando a história foi publicada como um livro em 1855, esta incluiu um prefácio afirmando que por causa das restrições do formato da revista, a autora foi incapaz de desenvolver a história como desejava e, deste modo, “várias passagens curtas foram inseridas, e vários novos capítulos adicionados”.
O enredo do livro é um romance social que tenta demonstrar a vida e os conflitos existentes no norte industrializado dos meados do século 19, através das impressões de uma jovem nascida nas regiões rurais da Inglaterra. A heroína da história, Margaret Hale, é filha de um ministro religioso que se muda para a cidade fictícia de Milton, cujo modelo era a cidade de Manchester, onde Elizabeth Gaskell morou em companhia de seu marido. Lá Gaskell trabalhou em ações filantrópicas junto aos pobres da cidade e conheceu de perto as misérias das áreas industriais.

Para a protagonista, o sul onde havia nascido simbolizava o idílio rural, o triunfo da harmonia social e do decoro, contrapondo-se com o norte e seu ambiente sujo, rude e violento. Na medida em que conhece a difícil realidade da população local, ocorre então a formação de novas amizades e uma crescente atração por Mr. John Thornton, dono de uma fábrica têxtil. Ela terá que rever seus preconceitos, chegando à madura aceitação de si mesma e de seus sentimentos. A mudança no estilo de vida choca Margaret que simpatiza profundamente com a pobreza dos trabalhadores e entra em conflito com John Thornton, o proprietário da fábrica têxtil local e amigo de seu pai. Após um encontro com um grupo de grevistas, no qual Margaret tenta proteger Thornton da violência dos manifestantes, os dois se apaixonam, entretanto, Margaret recusa o pedido de casamento de Thornton, por não concordar com a situação pelas quais seus funcionários passavam; mais tarde, ele a vê em companhia do irmão dela, confundindo-o com outro pretendente, e isso acaba por gerar outros conflitos não resolvidos. Margaret passa a acreditar que tinha perdido o afeto de Thornton e começa a vê-lo com outros olhos, o que eventualmente os leva a um novo reencontro."
 

Agora estou torcendo para lançarem "Little Dorrit" de Charles Dickens! =0)

sábado, 16 de outubro de 2010

Música & Leitura: "A hospedeira"

Aproveitando que a Ana fez a resenha para o livro "A hospedeira" de Stephenie Meyer, farei um post do "Música & Leitura" sobre o que eu ouvia enquanto li este livro.
Como eu expliquei no último post sobre o assunto, eu costumo ler ouvindo música - não sempre, mas com certa frequência - e uma vez por mês falarei sobre esta "trilha sonora" das minhas leituras.
Assim como a Ana, eu gostei bastante deste livro da Stephenie. O início é um tanto devagar, mas depois o ritmo da leitura melhora e a história me deixou envolvida e emocionada de tal forma que não conseguia parar de ler.
Na época que lia este livro, estava ouvindo muito a banda Snow Patrol - que eu AMO!-, especialmente as músicas "Run" e "Chasing Cars" foram as que marcaram a minha leitura de "A hospedeira".

"RUN" - SNOW PATROL


A música "Run" marcou especialmente a parte que a Peregrina que está tão triste que não quer falar com ninguém e o Ian simplesmente fica lá ao lado dela, em silêncio, só esperando a dor que ela sente passar. Tão romântico! E, combina com o trecho da música que diz:
"Light up, light up
as if you have a choice
Even if you cannot hear my voice
I'll be right beside you dear"

Letra e Tradução no VAGALUME

"CHASING CARS" - SNOW PATROL

"If I lay here
If I just lay here
Would you lay with me and just forget the world?"

Letra e Tradução no VAGALUME

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Desafio Literário 2011 - Prévia da lista de leitura...

Este ano de 2010, infelizmente, eu não participei do desafio literário. Em 2011, será diferente. E venho apresentar aqui no blog a prévia da minha lista de leitura para o desafio esperando que vocês me ajudem com muitas sugestões para os temas. A lista definitiva será enviada e postada aqui no blog no dia 15 de dezembro de 2010.


Janeiro - Literatura Infantojuvenil
No mês das férias, vamos nos divertir com a criançada e aproveitar o tempo junto da família com muita leitura! Que tal escolher algumas obras destinadas às crianças e aos adolescentes para o Desafio Literário 2011? No site da Revista Crescer há uma variedade de sugestões, considerando as faixas etárias de 1 a 10 anos.

Titular: "Buracos" de Louis Sachar
Reserva 01: "Peter Pan" de J. M. Barrie
Reserva 02: "Matilda" de Roald Dahl

Fevereiro - Biografia e/ou Memórias
A biografia é um gênero literário por meio do qual se narra a história de vida de uma pessoa após sua morte. Na atualidade, este gênero está passando por mudanças, tendo em vista que as pessoas têm escrito suas próprias memórias. Que tal ler aquela biografia e/ou livro de memórias de nosso ídolo?

Titular: "Lendo Lolita em Teerã" de Azar Nafisi
Reserva 01: "As vidas de Chico Xavier" de Marcel Souto Maior
Reserva 02: "A vida secreta de Marilyn Monroe" de J. Randy Taraborrelli


Março - Romance épico
O gênero épico é uma das mais antigas manifestações literárias. O enredo caracteriza-se por ressaltar os feitos dos heróis ou as aventuras de um povo. Neste mês, vamos desengavetar aqueles romances épicos que compramos por impulso e acabaram no esquecimento!

Titular: "O incêndio de Tróia" de Marion Zimmer Bradley
Reserva 01: "O imperador Vol. 01 - Os portões de Roma" de Conn Iggulden
Reserva 02: "Tristão e Isolda"

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Na minha estante!!

O primeiro livro que comprei essa semana foi "Delírios de Consumo de Becky Bloom" eu comprei a capa do filme,por que achei bem mais bonita.
Os delírios de consumo de Becky Bloom é um pouco da história de todas as pessoas para as quais comprar é quase uma terapia, a resposta para todos os problemas, mesmo criando outros piores ainda.
Entre eles, inventar a próxima desculpa para o gerente do banco: - "Meu pé quebrou! Você não recebeu meu cheque? Estou com febre Ganglionar", são alguns dos argumentos usados por Becky para enrolar seu gerente Derek Smeath.
Mas a personagem de Sophie Kinsella não é apenas uma "material girl" que só pensa em dinheiro e futilidades. Rebecca é sensível, carinhosa e extremamente otimista. Com essas qualidades, ela vai fazer de tudo para resolver seu problema. Primeiro, tenta reduzir seus gastos a zero, o que logicamente, não funciona. Diante disso, ela resolve que precisa ganhar mais dinheiro, mesmo sabendo que seu emprego está ameaçado. Nos delírios de consumo de Becky, todos os seus problemas se resolveriam de imediato ao ganhar na loteria, ou se um completo estranho pagasse sua conta do Visa - por engano, claro.
Como se não bastasse, em meio a tanta confusão, Becky ainda arruma tempo para se apaixonar. Os delírios de Consumo de Becky Bloom é um divertido romance, que retrata com perfeição grande parte das mulheres que conhecemos.
Já comecei a ler esse livro e estou amando,é um livro grande,com 432 paginas e foi publicado pela Galera Record .

O segundo livro é "As chaves do reino - Sr. Segunda Feira", publicado pela Editora Fundamento.
Ninguém espera que Artur Penhaligon seja um herói. Órfão, com a saúde debilitada e sem coragem, ele sofre com o medo de que a praga que invadiu seu país leve embora sua família adotiva. Mas, quando uma estranha chave em forma de ponteiro de relógio é entregue a ele, Artur descobre que é o Herdeiro das Chaves para o Reino. Tudo o que acha que sabe – sobre seus pais, sua cidade e sua vida – está prestes a mudar. Agora que ele herdou a Chave de uma Casa estranha e perigosa, não há como voltar atrás. Ele deve reunir toda sua coragem e arriscar aquilo que ama para desvendar os segredos do mundo que descobriu e salvar o mundo que ele conhece.

O último livro é "Flavia de Luce e o misterio da torta":
Flavia de Luce é uma garota de 11 anos que vive numa man são em estilo vitoriano na, Inglaterra da década de 1950, período pós-guerra. Após a morte misteriosa de sua mãe, ela encontra diversão em um antigo laboratório de química construído por seus ante passados. Logo se torna uma especialista em venenos e uma versão pré-adolescente de Sherlock Holmes, o célebre personagem de Conan Doyle, investigando os casos policiais como uma detetive-mirim. Podemos considerar a Flavia de Luce uma criança prodígio, porque ela é muito inteligente, suas fórmulas não são feitiços e sim pura química, e sua especialidade são os venenos. Flavia vive num mundo próprio, inventando venenos inofensivos que servem para suas pequenas vinganças domésticas.

Feliz dia das crianças!!!

Os livros mais vendidos no Brasil!

Fonte: Revista Veja
Publicado em 06/10/2010

Ficção

01 "Querido John" de Nicholas Sparks [2/24]
Editora Novo Conceito
Sinopse: Querido John narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. {SKOOB}
 
Site Oficial do Filme
Site Oficial do Livro
Site Oficial Nicholas Sparks
Onde comprar: Saraiva - Submarino - Cultura - Americanas

02 "A cabana" de William P. Young [1/107]
Editora Sextante
Sinopse: A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar áquele cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, "A Cabana" invoca a pergunta: "Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?" As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele. {SKOOB}

Onde comprar: Saraiva - Submarino - Cultura - Americanas

03 "A última música" de Nicholas Sparks [4/18]
Editora Novo Conceito
Sinopse: Verônica Miller teve sua vida virada de cabeça para baixo quando seus pais se divorciaram e seu pai se mudou de Nova Iorque para Wilmington Beach. Três anos depois, ela continua zangada e alienada em relação aos seus pais, especialmente seu pai... até que sua mãe decide que seria melhor para todo mundo se Ronnie e seu irmão, Jonah, passassem o verão em Wilmington Beach. O pai de Ronnie, pianista e ex-professor, vive uma vida tranquila na cidade de praia, imerso na criação de um vitral para a igreja local. {SKOOB}
Site Oficial do Livro
Onde comprar: Saraiva - Submarino - Cultura - Americanas

domingo, 10 de outubro de 2010

Essa semana...


♥ Leitura do momento:
"Querido John" de Nicholas Sparks
"A rainha da fofoca" de Meg Cabot

♥ Li essa semana:
"Noite Eterna" de Claudia Gray

♥ Resenhei essa semana:
"Beijada por um anjo" de Elizabeth Chandler
E, a Ana resenhou: "O labirinto de ossos" de Rick Riordan

♥ Super Posts:
Os livros mais vendidos do The New York Times
Na minha estante
Quero ler!

♥ Última Compra:
"Cidade dos ossos" de Cassandra Clare
"Blue Bloods - Vampiros de Manhattan" de Melissa De La Cruz
"Gone - O mundo termina aqui" de Michael Grant
"Halo - Um amor que ultrapassa as barreiras do céu e do inferno" de Alexandra Adornetto
"Midnighters - A hora secreta" de Scott Westerfeld

♥ Desejo Comprar Urgentemente:
"As suas lembranças são minhas" de Cecelia Ahern

♥ Conversa imaginária com personagem fictício:
"Meu Deus, Savannah... Não é à toa que você é um personagem fictício, pois nunca conheci uma pessoa tão boazinha e perfeita... blah!"

♥ Eu falaria para o autor:
"Ah, Nicholas...Por favor, não pare nunca, nunca mesmo de escrever, pois eu gosto tanto dos romances que você cria!"

♥ Literary Crush (paixão literária do momento):
Eu me apaixonei pelo Balthazar do livro "Noite Eterna", eu até gosto do Lucas, mas... sei lá. Enfim, será que só eu me apaixonei por ele ao ler este livro?!


♥ Um livro que virou filme e eu assisti:
Robin Hood
Apesar de não ser a história original de Robin Hood, ele é um personagem literário!



♥ Por aí...
Na rede:

Nos blog:
Blog Menina da Bahia: Feira de Livros de Frankfurt 2010
Blog Sobre Leituras e Observações: Leitura lenta, mas constante

♥ Hey Mr. Postman (última coisinha que chegou do correio):
Não chegou nada esta semana! =0(

♥ Vi e viciei (booktrailers, trailers, videos whatever):
Eu acabei de descobrir este vídeo no blog "Coffie and Movies" e amei. Faz tempo que espero pelo lançamento do livro "Beastly" e adorei o vídeo do filme baseado na obra.

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Resenha-O labirinto dos ossos


Essa semana eu li o primeiro livro da serie 39 clues chamado de o labirinto de ossos e posso dizer que amei esse primeiro livro,espero que o segundo “Uma nota errada” seja tão bom quanto o primeiro
Em o labirinto dos ossos escrito por Rick Riordan (o que escreveu a serie de livros Percy Jackson) conhecemos os irmaos orfaos Dan e Amy Cahill ,o livro começa ja com a morte da avó de Dan e Amy ,Grace Cahill ,e logo vem o enterro onde conhecemos o resto dos Cahill ,como os Kabras,Irina Sparks,Alistar Oh,a familia Holts,entre muitos outros.
Depois do funeral eles ficam sabendo que existem 39 pistas que apenas uma pessoa ou grupo podera achar e dominar o mundo ,assim as familia Cahill tem que decidir entre um cheque de 1 milhao de dolares ou embarcar em uma fascinante aventura pelas 39 pistas que leva ao dominio do mundo ,Dan e Amy aceitam procurar pelas 39 pistas e assim eles começam uma nova aventura,e começam a conhecer a familia tao poderosa que eles pertencem.
Em 39 clues nao existem criaturas magicas,sobrenaturais ou com poderes a unica coisa que os protagonistas contam é com a inteligencia,e sorte ,bastante sorte ,a serie é composta por 10 livros o 4 livro Alem do tumulo acabou de ser lançado.A series alem de uma otima historia foi eleita como best-seller pela New York times alem de ter rendido milhoes de examplares nos Estados Unidos , O primeiro livro já tem os direitos comprados pela empresa DreamWorks SKG, para que o diretor Steven Spielberg possa transformá-lo em filme,isso só significa uma coisa ,esse filme vai ser otimo,mais ainda não tem data de estreia ,por enquanto vamos ter que esperar e ler os próximos livros.
Para se ter uma idéia, cada livro é escrito por um autor diferente, pois Riordan queria um alto nível de conhecimento e realismo sobre os locais onde se passam a narrativa, então escolheu outros autores (que realmente estiveram presentes nesses locais) para dar continuidade à história, uma vez que ele não poderia fazê-lo.Achei a serie bastaste realista pois os locais sao reais e nos livros aparecem personagens historicos como Benjamin Franklin ,Mozard e muito mais ,ao longo do livros voce começa a tentar resolver os misterios junto com Amy e Dan ,a serie é realmente muito boa ,a unica coisa ruim em o labirinto de ossos é que nao é muito detalhado e nao ha nem um pouco de romance nesse primeiro livros ,mais tirando isso recomendo que leiam é um otimo livro tanto para adultos como para crianças.